quinta-feira, 2 de novembro de 2006

(54) CUIDADO NÃO APONTE


Um favor eu quero pedir aos poucos que me visitam:
Não entendam dos meus textos ou das suas entrelinhas,
fácil critica de poleiro ou afirmação gratuita
O relato do que sinto ou me é dado observar,
destinatário não tem,
sendo tão e tão somente o desejo de mudar.
Não esqueço que esse gesto, do indicador esticado,
deixa ali aqueles três dedos que para mim estão a apontar.

1 comentário:

preconceitos disse...

De Di a 2 de Novembro de 2006 às 22:41
Tão somente o desejo de mudar...
Todos estamos permanentemente a mudar, ainda que lentamente....se queres prova disso, não te abstenhas de re-escrever os textos....

De preconceitos a 3 de Novembro de 2006 às 15:27
Não tenho duvida.
Quando os ponho ao papel, apresso-me a digitar, a ver se ainda sai do mesmo. Se demoro, já é outro.
És uma miuda sábia.

De Di a 3 de Novembro de 2006 às 15:52
Obrigada