terça-feira, 14 de março de 2006

(16) SAUDADE


CHOREI TANTO... TANTO... TANTO...
SEM QUEIXUME, SEM LAMENTO,
SEM PRANTO, SÓ SENTIMENTO
CHOREI TANTO... TANTO... TANTO...
QUE SE A MORTE ALI PASSASSE
TALVEZ ATÉ ME LEVASSE

1 comentário:

preconceitos disse...

De Anónimo a 13 de Março de 2006 às 13:44
Ó meus amigos,
vocês têm coisas tão profundas nestes blogs (este e o polo sul) que eu me sinto totalmente no pólo norte.
Lamento mas não é de mim que vão conseguir algo de interessante para os vossos conteúdos. Eu não consigo ir para a net às 2h ou 3h da manhã e, se não for a essa hora, garanto-vos que sou a mais comezinha das pessoas. É só a realidade pura e dura das coisas físicas. E a vossa metafísica só me consegue deixar embaraçada...
De modo que vos deixo com os belos textos publicados, que gosto mt. de ler, mas não esperem comentários meus. Acho que é triste, mas a minha verdade é esta sem tirar nem pôr.
maria do ceu