terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

(224) Conversas

Gosto de desafios e porventura este não é de fácil concretização.
E http://sercristal.blogspot.com/ passou-me o osso: escrever seis questões sobre nós próprios e endossar a tarefa a outros seis bloguistas.
Faço a tentativa e, se gorada, melhor êxito auguro àqueles a quem endosso o problema e no final indico.
Aí vai:

1) Aprecio o convívio com humanos de interesses comuns, mediana inteligência, aceitem diferenças, argumentem em seu favor com coerência, possuam apurado sentido de humor.
Resultado: sou frequentemente mordido e no meu coração moram poucos.

2) Aprecio o convívio com os animais em geral, exceptuados os que o preconceito e a sobrevivência me fazem evitar. Em regra falo com todos, fico feliz quando me entendem e por vezes correspondem aos meus sinais de amizade.
Resultado: também por vezes sou mordido, mas os humanos mordem mais.

3) Aprecio a natureza em geral, ando por aí e falo com a vida, com as árvores, com as plantas, com o mar, confundindo-me no sussurro das ondas.
Resultado: quase ausência de mordeduras, talvez um espinho ou uma concha me piquem para me lembrar que estou vivo.

4) Aprecio minhas pacificas conversas com a morte. Não é tão negra como a pintam e ainda não me disse porque me vai deixando andar por cá. Talvez também seja uma solitária. Talvez se compadeça da minha mansa loucura. Talvez...
Resultado: estou certo há-de morder um dia e, como me tem poupado (ou castigado), vou esperando paciente.

5) Aprecio conversar com o amor, para tirar algumas duvidas. Após muita conversa fico quase sempre na mesma convicção: no fundo amo o amor.
Resultado: é coisa que não para de mordiscar e por vezes faz doer.

6) E finalmente, quando estou só, e é frequente, e me dá ganas de conversar, vou até um dos diversos espelhos cá de casa. Não espelham o meu exacto perfil mas são interlocutores atentos, pacientes e quase fieis.
Aí desabafo
Resultado: Acabo excessivamente mordido.

Isto foi longo demais, desculpem lá qualquer coisinha.

Agora os meus eleitos:

8 comentários:

Isa disse...

Vim por curiosidade até aqui.E ñ é q.gostei?
A música q.ouço é uma das minhas preferidas:A Dança Ritual do Fogo.
Vou ficar um pouco para ouvir,de novo.
Uma "intrusa"...:)
no seu reino...
Abraço.
isa.

*Lisa_B* disse...

Ainda bem que aceitou o desafio, estava muito expectante nas suas respostas e.....adorei.

Acho de facto estes desafios interessantes,apesar de rodarem muito no mesmo ciclo de amizades e algumas terem de recusar por terem já participado em desafios parecidos.

Sem gotinhas de carinho então fica também um beijinho sentido.

Mariz disse...

Salvé caro amigo

Só agora pude vir até aqui...e se calhar quando sair já não consigo visitar mais ninguém.
Grata, mas grata mesmo pelo cuidado e atenção, mas ainda não consegui perceber o que e passa...e um dos técnicos também não...acho que ode ser um "sinal" para parar um pouco, porque andava a abusar...e o Universo não se compadece com abusos...
Por isso mesmo, não tenho conseguido escrever.
Agradeço do coração a lembrança para o desafio, mas não vou poder aceitar...
mas eu explico...
não ando com "cabeça fria" para desenrolar algo acerca de mim, agora.
Embora esteja serena, quanto ao que espero venha por aí... - tenho a mãe com 92 anos que "comemorou" no hospital, dia 8 porque apanhou uma bactéria e está no isolamento - e isso incomoda-me....cria-me desconforto. Se colocar algo, no meu blog, será para o da dos "namorados"...que, o baptizei com o dia A - de Amor - sem ser dirigido a uma só pessoa - em especial.
Mas se conseguir colocar imagens porque não abre o quadradinho respectivo quando tento elaborar um post.
Espero que não fique zangado, ou aborrecido. Porque para fazer algo, gosto que seja a 100% e com imagens...gosto da côr, movimento, e que transmita para a tela alegria.
Agora vou pregar para outra freguesia...se conseguir.
Abraço meu
Aempre...
Mariz

Anónimo disse...

E apesar de estar ansiosa à espera do que me espera, prometo que vou responder porque gostei do desafio. Como sempre adorei o que escreveu. Vou tentar não ser demasiado simplista embora corra sempre esse risco.
Um beijinho amigo e até logo.
fuiassim...

Isa disse...

Luanda? Que maravilha encontrar pessoas k lá viveram ou nasceram.
A maneira de ser das pessoas de lá
é tão,mas tão diferente.
Abraço.Ah,voltei a ouvir um pouco da Dança!
isa.

cris disse...

Nem tinha reparado que isto era um desafio também para mim. Pode ser que durante este período, de retiro espiritual "forçado", me surga alguma coisa.

alcinda leal disse...

Pronto já lá está o texto! Mas não tive coragem de "entalar" outros. Lanço um repto mais suave. Espero que me responda!
Bjs

Paula Raposo disse...

Concordo com todos os teus pontos!! Beijos.