segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

(106) PARECE... NÃO SERÁ ?




É dia ! À porta de minha casa.
Será o SOL será a LUA ?









De forma a preservar a sanidade, deveria ser descartado o conhecimento alargado.
Há dias fui questionado sobre as cores que via em duas quadriculas contíguas integradas num conjunto geral do tipo tabuleiro de xadrez.
A coisa era para mim liquida, isenta de duvida, "tinto" como diz o povo.
Uma era branca, a outra castanha, como todas as restantes do desenho.
Rápida, cientifica e eficazmente fui desiludido. Sem truque, magia ou ilusão.
Não! Eram as duas de cor semelhante, escura.
Assustei-me, sem entrar em pânico, reconhecendo culpa ao grande inquisidor, este meu cérebro, que controla a belo prazer a filtragem do que posso conhecer, e, vez em quando, por descuido ou a propósito, alarga o crivo.
Nesta barafunda de meias verdades e passado o teste, escancara-se a porta da sala do Espanto e Consternação e a Duvida aproveita para se apoderar de mim.
Será que na ternura da caricia a tua pele é tão macia quanto sinto ?

4 comentários:

Gi disse...

É macia por certo. Se não é ao toque das mãos é ao do coração. Esse é que importa ...


Um beijinho

FELIZ ANO NOVO

ana ilda disse...

Olá amigo,

deixe-me dizer-lhe que aquilo que emite nos seus sentimentos, pensamentos, imagens mentais e palavras é atraído para a sua vida. ( Catherine Ponder )
Também não sei porque lhe digo isto mas, senti necessidade de partilhar consigo esta referência á Lei da Atracção. Desejo-lhe um bom ano recheado de amor, luz e paz.
jinhos

ana

Anónimo disse...

Voltei aqui, e como sempre é fabulosa a viagem...

Beijinhos Eliana

empatia disse...

Nada te deve espantar. Sei que te assustas quando não tens certezas ou quando constatas que finalmente
foste enganado pelo teu cérebro que deveria ser frio e finalmente não é tanto assim. A vida é difícil mas fica bem melhor se em vez da eficácia dermos largas ao
que sente o coração.
Quanto à pele o que na realidade interessa é o que tu sentes...