quinta-feira, 17 de maio de 2007

(77) a DEUS

Minha atenção foi chamada por piar aflitivo.
No terraço, em revoada, volteavam os pardais.
Falavam todos à uma e a causa era patente.
Por gato preto ou pardo, um deles fora destroçado, restando a cabeça com dois olhos sem expressão.
Um, que pelo susto passara e tremia de emoção, pipilava a sua história:
--Estávamos na brincadeira, na hipótese de namoro, e o malvado do gatão, duma só sapatada, apanhou-o mesmo em voo.
E todos pranteavam em chilreado alarido, até que um deles questionou:
--- Será que Deus existe ?
A insólita pergunta fez tombar a assembleia em reflexão profunda.
Caiu ali o remanso, por quanto tempo não sei e de nada serviria que as bitolas são diferentes.
A pergunta embaraçosa sai resposta duvidosa e foi aí que dei graças por no paleio não ter entrado.
Decorrido o embaraço, lá rompeu outro piupiu:
-- Ora, se existisse, onde estava ele quando o gato aqui passou ?
Então,retrucou o mais velho em tom pausado, era doutra geração e muito havia voado:
-- Não existe podem crer ! E até ouvi dizer que é invenção dos humanos para tão sós não se sentirem.
Enfim, não quiz ouvir mais destas coisas de pardais, pois naquela madrugada, ainda o orvalho chorava, outra conversa escutara dum grupinho de lagartas. E o mote semelhante com queixas da passarada-
Tudo à volta do umbigo e da área circundante, sempre à espera do milagre, esquecem o perigo e a morte, seu companheiro e mandante.
Mas ainda faço mais, deixo aqui o retrato destes três personagens, tão diferentes, tão iguais.


E aprendi o conceito:

Inventado por nós para não nos sentirmos sós !
Gostei...
Uma luz assim acesa, com quem pudesse falar, afastaria a tristeza duma noite sem luar...

2 comentários:

preconceitos disse...

De empatia a 18 de Maio de 2007 às 02:24
Sem DEUS talvez nem sequer existissem os predadores. Era o NADA. Assim temos a felicidade da escolha do BEM e do MAL. É isso que nos dá liberdade. É também isso que nos torna seres únicos.
Viva sem DEUS, se quiser, mas tenha a certeza que ELE nunca o esquece, nunca o abandona porque o AMOR que tem por si é completamente gratuito e por muito que você duvide ELE ama-o da mesma maneira.
Lembre-se do Filho pródigo. Ali também não é uma questão de justiça mas sim de AMOR.

De preconceitos a 18 de Maio de 2007 às 10:43
Gostaria de perguntar ao pardal destroçado se teve a "felicidade da escolha"..

De cadencia a 18 de Maio de 2007 às 16:53
É. Pior ainda é quando somos obrigados a observar a destruição do pardal. Para não ficar-mos destroçados com o espétaculo tentamos distrair a atenção do gato e acabamos sendo nós os destroçados.
Se temos escolha, e eu acredito que sim, é com certeza antes de vir de lá da nossa estrela, e aí, eu por exemplo, tal como o teu pardal, quando escolhi devia estar com uma grande bebedeira.....

ana ilda disse...

DEUS EXISTE
Passo a citar:
- A alma é criação de DEUS. A alma é formada por Deus como toda a criação cósmica teve principio , desenvolvimento e forma.
Comparando este universo da alma com a criação duma estrela ou outro astro encontram certo paralelismo.Energia, inteligência, criação e fim de uma forma para passar a outra- " Na Natureza nada se perde nada se cria....."

Filho de Deus,como Jesus se intitulou disse: Tudo o que faço, não sou Eu, mas o Pai que está em
mim.
O próprio Filho Unigénito de Deus afirma a nossa filiação Divina.

xi apertado e mt amor cristico
ana