terça-feira, 9 de janeiro de 2007

(68) ILUSÕES


As minhas ilusões, doce tesoiro,
Também as vi levar em urna de oiro
No mar da vida, assim... uma por uma...
F.E.

1 comentário:

preconceitos disse...

De cadencia a 19 de Janeiro de 2007 às 16:41
É. Trata-se de um mar que de vez em quando se torna um tanto ou quanto turbulento... As minhas também têm ido borda fora por via das intempéries.
Só que, questiono eu, não é muito melhor viver assim, na realidade ?

De preconceitos a 19 de Janeiro de 2007 às 18:14
Em regra não gosto de citar.
Contudo ela foi (e é) imparável na sua saga de mágoa e sofrimento...
Por vezes ali me vejo...

De cadencia a 20 de Janeiro de 2007 às 19:01
Eu sei. Mas não respondeste à minha questão....

De preconceitos a 27 de Janeiro de 2007 às 14:05
Possivelmente a vida é ávida de sonho...
E o sonho não passa de ikusão...
Como se pode viver sem sonhar ?

De cadencia a 27 de Janeiro de 2007 às 18:15
Para mim sonho é sonho, ilusão é ilusão.....
Eu quando sonho, sei que estou só a alimentar o sonho, já quando me iludo.....não tenho noção, e só descubro que era ilusão quando me confronto com a realidade.....e....oops...geralmente dói!
Eu sinto-os em graus de consciencia diferentes